The Demopædia Encyclopedia on Population is under heavy modernization and maintenance. Outputs could look bizarre, sorry for the temporary inconvenience

Dicionário Demográfico Multilíngüe (Português - edição 1969)

Diferenças entre edições de "PARTO prematuro"

De Demopædia
Ir para: navegação, pesquisa
(Hulda Maria Gomes, edição 1969 - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística & Centro Brasileiro de Estudos Demográfico)
 
(Hulda Maria Gomes, edição 1969 - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística & Centro Brasileiro de Estudos Demográfico)
Linha 117: Linha 117:
 
<noinclude>
 
<noinclude>
 
[[Category:Termo da primeira edição do dicionário demográfico multilingüe]]
 
[[Category:Termo da primeira edição do dicionário demográfico multilingüe]]
[[Category:Fecundidade|6]]
+
[[Category:Fecundidade]]
 +
[[Category:60]]
 
</noinclude>
 
</noinclude>

Revisão das 07h18min de 8 de novembro de 2009

PARTO prematuro  


Quando a expulsão do feto se dá após o período normal de gestação de cerca de nove meses, diz-se que o parto ocorre a têrmo1 e, se antes desse período normal (mas depois de seis meses de gravidez), denomina-se parto prematuro2, cujo produto da concepção é chamado prematuro4 ou criança prematura4. Os nascimentos não prematuros são denominados nascimentos a termo3. A palavra prematuridade5 é algumas vezes empregada com referência aos fenômenos relacionados com partos prematuros. Atualmente, classificam-se os nascimentos pelo estágio de desenvolvimento do feto, isto é, pelo pêso ponderal, independente da duração da gravidez, considerando-se a criança nascida viva, com pêso ao nascer6 igual ou inferior a 2.500 gramas, como prematura. A expressâõ debilidade congênita, para designar o estado da criança débil7 ou estado anormal de debilidade do recém-nascido, é cada vez menos empregada.
More...